HUMOR

Avatar do Utilizador
matahary
Mensagens: 2623
Registado: 13 fev 2004, 13:20
Localização: Além do Tejo

HUMOR

Mensagempor matahary » 12 jun 2007, 01:54

"Satisfaça-se com o que lhe agrada, e deixe os outros falarem de si como lhes agrada." - Pitágoras

Uma por dia, tira a azia.

Matisyahu - One Day ^.^ Aurea - Busy for Me

Avatar do Utilizador
matahary
Mensagens: 2623
Registado: 13 fev 2004, 13:20
Localização: Além do Tejo

Re: HUMOR

Mensagempor matahary » 12 jun 2007, 22:52

Polícia deste lado do Tejo.

Mais aqui.

Foto de XAXA.
"Satisfaça-se com o que lhe agrada, e deixe os outros falarem de si como lhes agrada." - Pitágoras

Uma por dia, tira a azia.

Matisyahu - One Day ^.^ Aurea - Busy for Me

Avatar do Utilizador
Guarda Manhoso_
Mensagens: 18
Registado: 02 mai 2006, 22:06
Força ou serviço: Polícia de Segurança Pública
Localização: Latitude;Longitude;Altitude

Re: HUMOR

Mensagempor Guarda Manhoso_ » 13 jun 2007, 20:31

Um novo relatório de análise à viabilidade da construção do novo aeroporto de Lisboa na Margem Sul foi descoberto rabiscado na porta de uma retrete do Ministério das Obras Públicas e refere possíveis ataques de tribos beduínas como um dos elementos que aconselham o abandono da ideia. No entanto, o relatório, cuja autoria se desconhece mas que se pensa ter sido escrito por pessoa de competência reconhecida (visto estar assinado por alguém que se identificou como “pessoa de competência reconhecida”) refere que poderá existir também um lado positivo em eventuais acções de banditismo nómada, podendo estas aliviar os passageiros das suas bagagens e acelerar o processamento das partidas e chegadas aeroportuárias. Esta referência à existência de beduínos, povos nómadas árabes que habitam os desertos do Magrebe e do Médio Oriente, não deve ser relacionada com as afirmações de Mário Lino, quando chamou “deserto” à Margem Sul. Os beduínos que o relatório refere também montam dromedários mas têm hábitos diferentes, preferindo as camisolas da NBA e os bonés de pala às túnicas de algodão e panos keffiyeh. Além disso, o ministro esclareceu já que, quando falou em deserto, se referia apenas às três potenciais localizações do aeroporto (Poceirão, Rio Frio e Faias), deixando bem claro que não quis ofender ninguém e que o resto da Margem Sul não é, de todo, um deserto, mas apenas feia e malcheirosa.
Imagem


http://www.accaosocialista.net
"Não ides aos consultórios de psiquiatras, psicólogos e outros veterinários da alma; vinde antes ao confessionário, que, ao menos, é gratuito. "

Avatar do Utilizador
Guarda Manhoso_
Mensagens: 18
Registado: 02 mai 2006, 22:06
Força ou serviço: Polícia de Segurança Pública
Localização: Latitude;Longitude;Altitude

Re: HUMOR

Mensagempor Guarda Manhoso_ » 14 jun 2007, 16:38

Homem de Torres Vedras recebeu 10 milhões de Euros de Bush após entregar amigo mascarado de Bin Laden

Bush submeteu ao Congresso uma proposta para reforçar fundos para o combate ao terrorismo. Esta iniciativa decorreu após alguns dias de observações de agentes secretos da CIA no Carnaval de Torres Vedras. Segundo um relatório confidencial enviado a todas as redacções, Torres Vedras foi considerada uma célula da Al-Qaeda. "Eles são espertos porque colocam o Bin Laden lá no meio e mais uns vinte sósias como faziam com o Saddam no Carnaval de Torres Vedras de há dois anos e com o Gorbachev em 1986. Os que não são sósias do terrorista colocam-se na berma a assistir ao desfile, não dançam, levam as famílias e têm todos aquele ar de sósias de Aznar só para disfarçar", afirmou um agente da CIA.
"Não ides aos consultórios de psiquiatras, psicólogos e outros veterinários da alma; vinde antes ao confessionário, que, ao menos, é gratuito. "

Avatar do Utilizador
Xavier
Fundador
Mensagens: 92
Registado: 08 fev 2004, 21:26
Força ou serviço: Polícia de Segurança Pública
Data de alistamento: 04MAR85
Categoria: Chefe

HUMOR & AMOR

Mensagempor Xavier » 16 jun 2007, 17:13

ANTONIO COSTA QUER VER OS HOMOSSEXUAIS A FAZEREM DE....NOIVAS DE SANTO ANTONIO?????????????????? :shock:
noticia da agencia Lusa:

Lisboa/Eleições: Candidatura de Costa (PS) aberta a casamentos homossexuais no Salão Nobre da Câmara15 de Junho de 2007, 21:35

Lisboa, 15 Jun (Lusa) - Ana Sara Brito, a terceira da lista do PS às eleições em Lisboa, liderada por António Costa, disse hoje que a candidatura está aberta à realização de casamentos civis, incluindo de homossexuais, no Salão Nobre da Câmara.

"O direito dos homossexuais ao casamento é um direito que nós defendemos", declarou a socialista, num debate promovido pela ILGA Portugal, nas instalações da associação.

Ana Sara Brito acrescentou que "se o Governo ou o Parlamento aprovarem" o alargamento do casamento aos homossexuais, estes poderiam casar-se numa cerimónia civil dos casamentos de Santo António.

A candidata da lista do PS às eleições de 15 de Julho para a Câmara Municipal de Lisboa defendeu duas cerimónias separadas, uma de casamentos religiosos e outra de casamentos civis.

Referindo-se à segunda cerimónia, disse que "seria muito bom que isso se fizesse na Câmara Municipal, no Salão Nobre", podendo incluir os casamentos entre pessoas do mesmo sexo, se previstos na lei.

"Esta é a opinião da equipa liderada por António Costa", sublinhou.

IEL.
Lusa/Fim

O que eles fazem para ocupar aquele lugar!
O Antonio Costa até devia ficar giro vestido de noiva de Santo Antonio... :LOL
SE O FUTURO É UMA MIRAGEM, ENTÃO É PORQUE O PRESENTE É UMA VERTIGEM…

Avatar do Utilizador
e_oliveira
Mensagens: 296
Registado: 07 fev 2004, 22:01
Força ou serviço: Polícia de Segurança Pública
Categoria: Agente
Localização: Lx

Re: HUMOR

Mensagempor e_oliveira » 16 jun 2007, 17:19

Uma delícia que merece o tempo que vai demorar a ler... Até porque é uma situação que realmente aconteceu e recentemente.

A troca de correspondência entre um cliente e o seu banco que insiste em tratá-lo por engenheiro:

"(...)Na profissão, os senhores indicam-me como engenheiro civil. De facto, já tive muitas profissões, desde consultor a docente do ensino superior, tradutor e até escritor. Mas nunca tive o privilégio de trabalhar como engenheiro civil, até porque a minha licenciatura em engenharia física não mo permitiria. Como tal, agradeço-lhes que retirem esse dado da profissão, por não ser correcto nem relevante.
Com os meus cumprimentos,
José Luís Mxxxxxxxx"


"Estimado Cliente, Sr. José Luís Lxxx,
(...)
No que respeita à sua actividade profissional, e por forma a procedermos alteração da mesma será deste modo necessário que nos remeta uma cópia certificada ou original em papel timbrado de uma Declaração da Entidade Patronal, ou cópia certificada do Cartão Profissional, frente e verso, ou recibo de vencimento, desde que conste profissão, entidade patronal, situação contratual e data de admissão, documentação que poderá remeter via correio para a Remessa Livre n.º 25009, 1144- 960 Lisboa, não sendo necessário selo, ou em alternativa poderá apresentar os originais junto do Balcão.
Relativamente à certificação, a mesma poderá ser solicitada junto da Junta de Freguesia, dos CTT, do Notário ou Advogado.
(...)
Encontramo-nos à sua disposição para prestar os esclarecimentos necessários.
Com os melhores cumprimentos,
Montepio,
Direcção de Marketing e Novos Canais"

" Em resposta à vossa mensagem, tenho-lhes a dizer, com toda a sinceridade, não é da vossa conta a profissão que eu exerço ou deixo de exercer. Agora, o que não podem, de forma nenhuma, é atribuir-me uma profissão aleatória que eu nunca exerci, como é a de engenheiro civil. Portanto, agradeço que retirem qualquer menção à minha profissão dos vossos dados pessoais a meu respeito, ao abrigo do direito de rectificação que me assiste, de acordo com a legislação em vigor de protecção de dados pessoais informatizados. "

"Estimado Cliente, Sr. José Luís Lxxx,
Agradecemos, desde já, o seu contacto.
No seguimento da sua mensagem, e de acordo com a informação facultada na mensagem envida anteriormente, indicamos que por forma a procedermos à alteração da sua Actividade Profissional, será necessário que nos remeta a documentação solicitada, ou apresente a mesma junto de um Balcão, estando este procedimento de acordo com o Aviso 11/05 do Banco de Portugal.
A Caixa Económica Montepio Geral, no âmbito dos princípios que presidiram à redacção desse Aviso, tem vindo progressivamente a promover a actualização dos Dados Pessoais dos Clientes, sempre que as circunstâncias se enquadrem no espírito do referido Aviso.
Por este motivo, e lamentando qualquer incómodo causado, existe a necessidade de proceder à actualização dos seus Dados Pessoais, mediante apresentação de um documento comprovativo da sua Actividade Profissional. Em virtude de verificarmos que existem outros dados por actualizar, solicitamos também que nos remeta copia certificada do seu Bilhete de Identidade e Cartão de Contribuinte, ou apresente os mesmos num Balcão, para que se obtenham cópias e se proceda à actualização.
(...)
Encontramo-nos disponíveis para prestar os esclarecimentos que considere necessários,
Com os melhores cumprimentos,

Montepio,Direcção de Marketing e Novos Canais"

"Meus caros senhores,
Eu não vou enviar a documentação que me pedem, pois insisto que a profissão que exerço não lhes diz respeito.
Faço então o inverso do ónus da prova.
Mostrem-me os senhores os documentos em que se basearam para dizer que eu sou engenheiro civil. Quem sabe, de posse deles, até me possa candidatar a primeiro-ministro.
Se os senhores me garantem que só efectuam essas alterações de posse de documentos oficiais, então com certeza que tiveram acesso a um certificado de habilitações que os informou de que eu sou engenheiro civil (espero que não sejam da Universidade Independente). Pois, peço-lhes então que me enviem a mim uma cópia desses documentos, pois dava-me um jeitão acrescentar às minhas habilitações as de Engenheiro Civil, que não sou nem nunca fui. Mas, se realmente os senhores têm documentos que o provam, é porque deve ser verdade e eu começo a perceber como é que a situação de engenheiro civil é, neste país, uma situação muito transitória.
As vossas reservas tinham toda a razão de ser, se eu lhes tivesse a exigir que me atribuíssem habilitações que eu não tenho. Mas a situação é perfeitamente inversa. Estão a atribuir-me um curso que eu não tenho e uma profissão que eu não exerço. Não posso demonstrar que não sou engenheiro civil porque não existe certificado de habilitação de não-engenheiro civil.
Por isso, repito o direito que me assiste de corrigir dados pessoais informatizados que estão errados. E exijo que retirem a profissão de engenheiro civil.
Com os meus cumprimentos,
José Luís M
"

"Estimado Cliente, Sr. José xxx,
Agradecemos o seu contacto o qual mereceu a nossa especial atenção.
Em resposta à sua mensagem, informamos que no momento em que procedeu Abertura da conta de depósitos à ordem o registo das Habilitações Literárias, não eram efectuadas de acordo com o Aviso 11/2005 de 13 de Julho do Banco de Portugal, o qual é transversal a todas as Instituições e que obriga nomeadamente aquando da actualização de dados pessoais, apresentação de comprovativo, bem como na emissão de Meios de Pagamento que os respectivos dados pessoais e profissionais encontrem-se devidamente actualizados.
Autrora [sic], as Habilitações Literárias eram inseridas de acordo com o indicado pelo cliente, podendo, por ventura ocorrer um erro na inserção da informação, não obstante, à presente data, para que possamos actualizar este elemento, será necessário, apresentação do Certificado de Habilitações, junto de um balcão ou envio de cópia certificada para a morada Remessa Livre 25009,1144-960 Lisboa.
Salvaguardando, desta forma, que no futuro possam estar associados bloqueios que comprometam a realização de operações através dos canais á distancia, nomeadamente do serviço Montepio24, ou junto das Caixas Automáticas.
Aguardamos a actualização deste elemento bem como dos solicitados na mensagem anterior, encontrando-nos disponíveis para prestar os esclarecimentos que considere necessários.
Com os melhores cumprimentos,

Montepio Direcção de Marketing e Novos Canais"

"Ou seja, segundo me estão a dizer, os senhores enganaram-se a pôr os dados, pois eu nunca disse que era engenheiro civil. Não tinha motivos para o fazer, pois nunca o fui e não estava a candidatar-me a um emprego como engenheiro civil na vossa empresa quando aí abri uma conta.
Ora, porque os senhores se enganaram, agora exigem-me um certificado de habilitações que certifique um grau que eu não tenho. Certo? Ou seja, vou à secretaria de uma faculdade de engenharia (penso que já não posso ir à Independente, porque parece que vai fechar) e peço-lhes que me passem um certificado de habilitações em como não sou engenheiro civil. Estou certo que devem ter lá um modelo para isso: Certificado de Habilitações de Não-Engenheiro Civil. Depois, mando-lhes uma cópia e já posso provar ao mundo que não sou engenheiro civil. Portanto, devo concluir que, de acordo com o vosso entendimento, qualquer cidadão que abra conta no vosso banco é engenheiro civil até prova em contrário...
Disse alguma coisa de errado até agora?
Não lhes passa pela cabeça que é um pouco kafkiano pedir a um cliente que rectifique os vossos erros informáticos apresentando um certificado de não habilitações que ateste que ele não é licenciado em engenharia civil?
Fico a aguardar o prazer de mais uma das vossas respostas, pois é um ponto alto do meu dia verificar até que ponto pode ir a rigidez burocrática de uma instituição. Peço-lhes ainda que não levem a mal eu estar a compilar esta nossa interessante troca de mensagens num texto humorístico que espero vir a publicar, tal é o despropósito de toda esta situação.

Com os meus estimados cumprimentos,

José Luís Mxxxxxxxx"


"Estimado Cliente, Sr. José Luís Mxxxxxxxx,
Agradecemos, desde já, o seu contacto.
No seguimento da sua mensagem, vimos informar que a situação que nos reportou foi encaminhada para o departamento competente. Após obtermos uma resposta, procederemos de imediato ao envio de uma mensagem.
Encontramo-nos disponíveis para prestar os esclarecimentos que considere necessário.
Com os melhores cumprimentos,

Montepio
Direcção de Marketing e Novos Canais"

...continua...

Avatar do Utilizador
e_oliveira
Mensagens: 296
Registado: 07 fev 2004, 22:01
Força ou serviço: Polícia de Segurança Pública
Categoria: Agente
Localização: Lx

Re: HUMOR

Mensagempor e_oliveira » 16 jun 2007, 17:20

"Com a curiosidade que o momento requeria, fui consultar os meus dados, para ver se já tinham sido devidamente rectificados. Deparei-me com a seguinte pérola da titularite aguda que assola este país:

http://bp2.blogger.com/_DDuSjczroas/RiX5eAKbTEI/AAAAAAAAADU/KEWH6uCILvI/s1600-h/eunaosouengenheiro.jpg.png

Quando consegui parar de rir, respondi com a seguinte mensagem em três fascículos (só nos são permitidos 2000 caracteres de cada vez)

Estimadíssimos Senhores,

Fiquei muito feliz por ver que, finalmente, tiveram a amabilidade de agir sobre os meus dados pessoais.
Constato que ainda não lhes é possível usar o meu número de telefone porque começa por 30 e isso faz muita confusão ao vosso departamento de informática.
No entanto, folgo em constatar que não perderam o sentido de humor no que toca aos restantes dados pessoais.
Assim, nas habilitações literárias, de licenciado fui despromovido a 12 ano. Na verdade, tenho o grau de mestrado em física tecnológica, mas como não faço tenções de lhes apresentar provas desse facto, fico muito satisfeito por ao menos me reconhecerem o 12º ano sem necessidade de prova formal.
Como não penso que sejam elitistas ao ponto de me tratarem pior por ter uma mera escolaridade obrigatória, o 12º ano fica muito bem, pois também me deu muito trabalho a fazer e, de facto, possuo esse grau. Deixemos, portanto, as habilitações literárias que estão muito bem assim.
No título honorífico, puseram "sem título honorífico". Não posso deixar de confessar que me doeu essa dura chamada à realidade. Mas, de facto, não me considero titular de nenhum título de nobreza (tive um trisavô visconde, mas acho que já não conta), não fui ordenado sacerdote, nunca recebi nenhuma comenda e, à semelhança do nosso Primeiro-ministro, não estou inscrito em nenhuma ordem, tenho de me conformar à minha condição de vulgar plebeu sem título honorífico quando, para mais, me recuso a mostrar-lhes o certificado de habilitações. Portanto, também aqui no título honorífico, estamos de acordo. Sou simplesmente o José.
Agora, na profissão... aqui temos um problema. O problema para o qual lhes tenho vindo a chamar a atenção: o facto de eu não ser engenheiro civil, tornou-se agora bastante mais grave. É que acusam-me de ser engenheiro civil sem estar inscrito na ordem (caso contrário teria o título de Eng.) e, horror dos horrores, com as habilitações literárias de um 12º ano. (Continua).

É que nem o nosso primeiro-ministro se atreveu a reclamar o título de eng. civil com um simples 12º ano. Ele tem, pelo menos, o título do ISEC e, in dubio pro reo, afirma que concluiu a licenciatura em engenharia civil.
Os senhores, ao dizerem que eu sou engenheiro civil sem estar inscrito na Ordem dos Engenheiros (caso contrário, tinha o eng) e com um simples 12ºano de habilitações literárias, colocam-me numa posição muito delicada, incorrendo mesmo num crime de usurpação de título. E eu não tenho o aparelho do maior partido político português a proteger-me as costas quando a coisa der para o torto.
Finalmente, chegamos ao Nome preferencial, onde contrariam disposições anteriores e me apelidam de Eng. J. L. Mxxxxxxxx. Ora bem, até há umas semanas atrás, eu não teria grande coisa a opôr, visto que sou licenciado em engenharia física e todos os licenciados deste país são doutores e engenheiros. Infelizmente, agora os tempos são outros. Só pode reivindicar-se engenheiro quem estiver inscrito na Ordem dos Engenheiros. Ora, para minha grande vergonha, não pago quotas a tão nobre instituição, pelo que terei de abdicar daquelas três letrinhas. Nem sequer posso pedir um simples "lic" ou um "mestre", porque na minha teimosia me recuso a entregar-lhes o certificado de habilitações. Portanto, proponho que fique simplesmente o José Luís Mxxxxxxxx ou o Zé, para os amigos.

Lamento o trabalho tempo e esforço que essas alterações possam causar. Espero até não provocar um precedente grave que os obrigue a ir pedir a todos os vossos clientes Drs. e Engs. o certificado de doutoramento ou o cartão de membro da Ordem dos Engenheiros, respectivamente.
Mas peço-lhes, rogo-lhes, suplico-lhes, retirem o mal-fadado "Engenheiro Cívil" da minha ficha de dados . Nunca chamei a ninguém nenhum nome que não fosse merecido. Esse é claramente imerecido. Prometo manter todas as minhas contas no vosso estimável banco. Mas, por favor, não digam a ninguém que eu sou engenheiro civil.
Do sempre vosso,

Zé"

Avatar do Utilizador
Xavier
Fundador
Mensagens: 92
Registado: 08 fev 2004, 21:26
Força ou serviço: Polícia de Segurança Pública
Data de alistamento: 04MAR85
Categoria: Chefe

Re: HUMOR

Mensagempor Xavier » 16 jun 2007, 17:53

O que eles mereciam era que o José se deslocasse ao seu balcão e solicitasse o Livro de Reclamações onde mencionasse aquela "competência", sem prejuízo de comunicação ao Banco de Portugal...
://
SE O FUTURO É UMA MIRAGEM, ENTÃO É PORQUE O PRESENTE É UMA VERTIGEM…

Avatar do Utilizador
Lila
Mensagens: 258
Registado: 13 jul 2006, 05:19
Força ou serviço: Polícia de Segurança Pública

Re: HUMOR

Mensagempor Lila » 30 jun 2007, 09:08

" O que fará mover a seta indicadora do rato!?"

Pois bem... graças a uma super-lupa, o mistério foi desvendado.

Cliquem em:
http://www.1-click.jp/

Ps: Não se esqueçam de experimentar o click!

Avatar do Utilizador
matahary
Mensagens: 2623
Registado: 13 fev 2004, 13:20
Localização: Além do Tejo

Re: HUMOR

Mensagempor matahary » 02 jul 2007, 22:36

Ricardo Araújo Pereira acerca dos novos equipamentos do SL Benfica.

http://videos.sapo.pt/jPfcFYSgMazoacWYrJMH
"Satisfaça-se com o que lhe agrada, e deixe os outros falarem de si como lhes agrada." - Pitágoras

Uma por dia, tira a azia.

Matisyahu - One Day ^.^ Aurea - Busy for Me

Avatar do Utilizador
matahary
Mensagens: 2623
Registado: 13 fev 2004, 13:20
Localização: Além do Tejo

Re: HUMOR

Mensagempor matahary » 03 jul 2007, 22:22

"Satisfaça-se com o que lhe agrada, e deixe os outros falarem de si como lhes agrada." - Pitágoras

Uma por dia, tira a azia.

Matisyahu - One Day ^.^ Aurea - Busy for Me

Avatar do Utilizador
XRuy
Mensagens: 343
Registado: 18 dez 2006, 22:18
Força ou serviço: Polícia de Segurança Pública
Categoria: Chefe
Localização: Lisboa

Re: HUMOR

Mensagempor XRuy » 04 jul 2007, 23:51

Imagem

Avatar do Utilizador
matahary
Mensagens: 2623
Registado: 13 fev 2004, 13:20
Localização: Além do Tejo

Re: HUMOR

Mensagempor matahary » 07 jul 2007, 22:38

"Satisfaça-se com o que lhe agrada, e deixe os outros falarem de si como lhes agrada." - Pitágoras

Uma por dia, tira a azia.

Matisyahu - One Day ^.^ Aurea - Busy for Me

Avatar do Utilizador
lecavo
Mensagens: 915
Registado: 29 set 2006, 21:41
Força ou serviço: Polícia de Segurança Pública
Localização: (originário de Verurium) - Alavarium

Re: HUMOR

Mensagempor lecavo » 20 jul 2007, 20:57

«À beira de um precipício só há uma maneira de andar para a frente: é dar um passo atrás.»
M. de Montaigne

-- Um abraço - Lecavo

Avatar do Utilizador
lecavo
Mensagens: 915
Registado: 29 set 2006, 21:41
Força ou serviço: Polícia de Segurança Pública
Localização: (originário de Verurium) - Alavarium

Re: HUMOR

Mensagempor lecavo » 01 ago 2007, 23:13

Viva!

Há Advogados e advogados!

Um chefe da Máfia descobriu que o seu contabilista tinha roubado dez milhões de euros das suas contas.
O contabilista era surdo. Por isso fora admitido, pois nada poderia ouvir e, em caso de um eventual processo não poderia depor como testemunha.
Quando o chefão foi falar com ele sobre os 10 milhões, levou junto a sua advogada, que sabia linguagem gestual.
O chefão perguntou ao contabilista:
- Onde estão os 10 milhões que me roubas-te?
A advogada, usando a linguagem gestual, transmitiu a pergunta ao
contabilista, que logo respondeu (em sinais):
- Eu não sei do que vocês estão a falar.
A advogada traduziu para o chefão:
- Ele disse não saber do que se trata.
O mafioso sacou uma pistola .45 e encostou-a à testa do contabilista, gritando:
- Pergunta-lhe de novo.
A advogada, sinalizando, disse ao infeliz:
- Ele vai matar-te se não contares onde está o dinheiro.
O contabilista sinalizou em resposta:
- OK, vocês venceram, o dinheiro está numa mala de cabedal castanha, que está enterrada no quintal da casa de meu primo Enzo, no nº 400, da Rua 26, no bairro Queens !
O mafioso perguntou à advogada:
- O que é que ele disse ?
A advogada respondeu:
- Ele disse que não tem medo de maricas e que o sr. não é macho bastante para puxar o gatilho !
«À beira de um precipício só há uma maneira de andar para a frente: é dar um passo atrás.»
M. de Montaigne

-- Um abraço - Lecavo

Avatar do Utilizador
lecavo
Mensagens: 915
Registado: 29 set 2006, 21:41
Força ou serviço: Polícia de Segurança Pública
Localização: (originário de Verurium) - Alavarium

Re: HUMOR

Mensagempor lecavo » 01 ago 2007, 23:20

Viva!

Larilas!

Num bar "gay" dois homens conhecem-se. Um deles, jovem, sem carro e um menos jovem, com carro. Simpatizam um com o outro. O dono do carro bebe acima da conta, convida o outro para ir até casa dele e pede-lhe para que seja ele a conduzir. O jovem, ao tirar o carro do estacionamento, bate no carro da frente, bate no detrás, salta por cima do passeio e raspa uma das portas no candeeiro.
Pergunta o dono do carro:
- Tens a certeza de que sabes guiar?
- Claro que sim... só te queria mostrar o meu lado feminino!
«À beira de um precipício só há uma maneira de andar para a frente: é dar um passo atrás.»
M. de Montaigne

-- Um abraço - Lecavo

Avatar do Utilizador
matahary
Mensagens: 2623
Registado: 13 fev 2004, 13:20
Localização: Além do Tejo

Re: HUMOR

Mensagempor matahary » 05 ago 2007, 02:37

"Satisfaça-se com o que lhe agrada, e deixe os outros falarem de si como lhes agrada." - Pitágoras

Uma por dia, tira a azia.

Matisyahu - One Day ^.^ Aurea - Busy for Me

Avatar do Utilizador
lecavo
Mensagens: 915
Registado: 29 set 2006, 21:41
Força ou serviço: Polícia de Segurança Pública
Localização: (originário de Verurium) - Alavarium

HUMOR

Mensagempor lecavo » 07 ago 2007, 12:54

Viva!

Entre amigos, canibais:
- Epá, sabes que descobriram um canibal vegetariano!
- Ó pá, não pode ser!
- Diz o outro. - É verdade! Ele come plantas dos pés, raízes dos cabelos e tomates!
«À beira de um precipício só há uma maneira de andar para a frente: é dar um passo atrás.»
M. de Montaigne

-- Um abraço - Lecavo

Avatar do Utilizador
lecavo
Mensagens: 915
Registado: 29 set 2006, 21:41
Força ou serviço: Polícia de Segurança Pública
Localização: (originário de Verurium) - Alavarium

Re: HUMOR

Mensagempor lecavo » 07 ago 2007, 13:07

Viva!

Foda-se!

Por Millôr Fernandes
(adaptado)

O nível de stress de uma pessoa é inversamente proporcional à quantidade de "foda-se!" que ela diz. Existe algo mais libertário do que o conceito do "foda-se!"? O "foda-se!" aumenta a minha auto-estima, torna-me uma pessoa melhor.

Reorganiza as coisas. Liberta-me. "Não quer sair comigo?! - então, foda-se!"
"Vai querer mesmo decidir essa merda sozinho(a)?! - então, foda-se!"

O direito ao "foda-se!" deveria estar assegurado na Constituição. Os palavrões não nasceram por acaso. São recursos extremamente válidos e criativos para dotar o nosso vocabulário de expressões que traduzem com a maior fidelidade os nossos mais fortes e genuínos sentimentos. É o povo a fazer a sua língua. Como o Latim Vulgar, será esse Português Vulgar que vingará plenamente um dia.

"Comó caralho", por exemplo. Que expressão traduz melhor a ideia de muita quantidade que "comó caralho"? "Comó caralho" tende para o infinito, é quase uma expressão matemática.

A Via Láctea tem estrelas comó caralho!
O Sol está quente comó caralho!
O universo é antigo comó caralho!
Eu gosto do meu clube comó caralho!
O gajo é parvo comó caralho!

Entendes? No género do "comó caralho", mas, no caso, expressando a mais absoluta negação, está o famoso "nem que te fodas!". Nem o "Não, não e não!" e tão pouco o nada eficaz e já sem nenhuma credibilidade "Não, nem pensar!" o substituem. O "nem que te fodas!" é irretorquível e liquida o assunto. Liberta-te, com a consciência tranquila, para outras actividades de maior interesse na tua vida.
Aquele filho pintelho de 17 anos atormenta-te pedindo o carro para ir surfar na praia? Não percas tempo nem paciência. Solta logo um definitivo:
"Huguinho, presta atenção, filho querido, nem que te fodas!". O impertinente aprende logo a lição e vai para o Centro Comercial encontrar-se com os amigos, sem qualquer problema, e tu fechas os olhos e voltas a curtir o CD (...)

Há outros palavrões igualmente clássicos. Pense na sonoridade de um "Puta que pariu!", ou o seu correlativo "Pu-ta-que-o-pa-riu!", falado assim, cadenciadamente, sílaba por sílaba.
Diante de uma notícia irritante, qualquer "puta-que-o-pariu!", dito assim, põe-te outra vez nos eixos. Os teus neurónios têm o devido tempo e clima para se reorganizarem e encontrarem a atitude que te permitirá dar um merecido troco ou livrares-te de maiores dores de cabeça.

E o que dizer do nosso famoso "vai levar no cu!"? E a sua maravilhosa e reforçadora derivação "vai levar no olho do cu!"?
Já imaginaste o bem que alguém faz a si próprio e aos seus quando, passado o limite do suportável, se dirige ao canalha de seu interlocutor e solta: "Chega! Vai levar no olho do cu!"?

Pronto, tu retomaste as rédeas da tua vida, a tua auto-estima. Desabotoas a camisa e sais à rua, vento batendo na face, olhar firme, cabeça erguida, um delicioso sorriso de vitória e renovado amor-íntimo nos lábios. E seria tremendamente injusto não registar aqui a expressão de maior poder de definição do Português Vulgar: "Fodeu-se!". E a sua derivação, mais avassaladora ainda: "Já se fodeu!". Conheces definição mais exacta, pungente e arrasadora para uma situação que atingiu o grau máximo imaginável de ameaçadora complicação? Expressão, inclusivé, que uma vez proferida insere o seu autor num providencial contexto interior de alerta e auto-defesa. Algo assim como quando estás a sem documentos do carro, sem carta de condução e ouves uma sirene de polícia atrás de ti a mandar-te parar. O que dizes? "Já me fodi!" Ou quando te apercebes que és de um país em que quase nada funciona, o desemprego não baixa, os impostos são altos, a saúde, a educação e … a justiça são de baixa qualidade, os empresários são de pouca qualidade e procuram o lucro fácil e em pouco tempo, as reformas têm que baixar, o tempo para a desejada reforma tem que aumentar … tu pensas “Já me fodi!”

Então:

Liberdade,
Igualdade,
Fraternidade

e
foda-se!!!

Mas não desespere:
Este país … ainda vai ser “um país do caralho!” Atente no que lhe digo!
«À beira de um precipício só há uma maneira de andar para a frente: é dar um passo atrás.»
M. de Montaigne

-- Um abraço - Lecavo

Avatar do Utilizador
XRuy
Mensagens: 343
Registado: 18 dez 2006, 22:18
Força ou serviço: Polícia de Segurança Pública
Categoria: Chefe
Localização: Lisboa

Re: HUMOR

Mensagempor XRuy » 07 ago 2007, 22:57

O empresário chega a casa, vira-se para a mulher e diz:
Querida, recebi uma intimação das finanças a respeito do atraso da entrega da declaração do IRS! Achas que devo comparecer na repartição de jeans ou de fato e gravata?

Bem, querido... Digo-te a mesma coisa que a minha mãe me disse quando lhe perguntei se, na noite das nossas núpcias, eu devia usar uma cuequinha de rendas ou uma cuequinha de seda!

E o que foi que a tua mãe te disse?
Tanto faz. Ele vai-te foder na mesma!
Eu quero morrer em paz, durante o sono, como o meu avô, e não gritando aterrorizado como os seus passageiros...

Avatar do Utilizador
matahary
Mensagens: 2623
Registado: 13 fev 2004, 13:20
Localização: Além do Tejo

Re: HUMOR

Mensagempor matahary » 15 ago 2007, 11:08

"Satisfaça-se com o que lhe agrada, e deixe os outros falarem de si como lhes agrada." - Pitágoras

Uma por dia, tira a azia.

Matisyahu - One Day ^.^ Aurea - Busy for Me

Avatar do Utilizador
lecavo
Mensagens: 915
Registado: 29 set 2006, 21:41
Força ou serviço: Polícia de Segurança Pública
Localização: (originário de Verurium) - Alavarium

Re: HUMOR

Mensagempor lecavo » 16 ago 2007, 21:26

Viva!

Querem ver um parto cubano? Querem? Então aqui vai....

Imagem
«À beira de um precipício só há uma maneira de andar para a frente: é dar um passo atrás.»
M. de Montaigne

-- Um abraço - Lecavo

Avatar do Utilizador
lecavo
Mensagens: 915
Registado: 29 set 2006, 21:41
Força ou serviço: Polícia de Segurança Pública
Localização: (originário de Verurium) - Alavarium

Re: HUMOR

Mensagempor lecavo » 17 ago 2007, 17:55

Viva!

Quinta sinfonia.

O Mário e a Maria resolvem ir ao teatro Avenida. Percebendo estar atrasados, o marido pede à mulher para que se apresse.
Após muitos retoques, a Maria termina de se vestir e eles vão às pressas para o teatro.
Ao entrar, o apresentador está a anunciar:

- Ouviremos a Quinta Sinfonia de Beethoven.

Irritado, o Mário ralha com a Maria:

- Estás a ver, mulher? Por tua causa perdemos as outras quatro!
«À beira de um precipício só há uma maneira de andar para a frente: é dar um passo atrás.»
M. de Montaigne

-- Um abraço - Lecavo

Avatar do Utilizador
lecavo
Mensagens: 915
Registado: 29 set 2006, 21:41
Força ou serviço: Polícia de Segurança Pública
Localização: (originário de Verurium) - Alavarium

Re: HUMOR

Mensagempor lecavo » 17 ago 2007, 18:12

Viva!

Quem pode, pode

Uma rede de TV quis fazer uma reportagem sobre uma modelo famosa. Daí mandou um repórter para fazer uma entrevista com a mãe dela.
- Dona Maria, como é que a senhora explica o sucesso da sua filha?
- Ah!!! isso não é para quem quer... é para quem PODE!!!
- Mas como é que ela pode do nada acumular um património tão grande?
- Ué, quem PODE, PODE, quem não PODE sacode-se!!!
- E a popularidade dela? Como é que a senhora explica o facto dela ser tão popular?
- Já disse, ela PODE... ela PODE muito!!!
- Eu não duvido das capacidades da sua filha... mas daria para a senhora ser mais objectiva?
- Eu já disse...ela é o que é hoje porque ela PODE!!!
O repórter percebeu que não mais nada e deu a entrevista por encerrada e agradece:
- Muito obrigado por tudo, o café estava óptimo e foi um prazer conhecê-la!!!
- De nada meu PILHO!!!"
«À beira de um precipício só há uma maneira de andar para a frente: é dar um passo atrás.»
M. de Montaigne

-- Um abraço - Lecavo

Avatar do Utilizador
lecavo
Mensagens: 915
Registado: 29 set 2006, 21:41
Força ou serviço: Polícia de Segurança Pública
Localização: (originário de Verurium) - Alavarium

Re: HUMOR

Mensagempor lecavo » 17 ago 2007, 18:18

Viva!

A confissão

Foi preparada uma sessão de confissões públicas a ser transmitida por todos os canais de televisão. A primeira pessoa chega, ajoelha-se e apresenta-se:
- Eu sou Richard Nixon, padre, e eu pequei.
- E qual foi o seu pecado, meu filho?
- Mandei colocar microfones no hotel onde estavam hospedados os meus adversários.
O clérigo coloca a mão na cabeça do ex-presidente e diz:
- Eu te abençoo e absolvo-te.
O segundo chega, ajoelha-se e apresenta-se:
- Sou Bill Clinton. Confesso que traí a minha mulher.
- Eu te abençoo e absolvo-te.
Mais uma pessoa se ajoelha e apresenta-se:
- Eu sou Mónica Lewinsky...
O clérigo interrompe-a:
- Eu prefiro que a senhora se confesse de pé...
«À beira de um precipício só há uma maneira de andar para a frente: é dar um passo atrás.»
M. de Montaigne

-- Um abraço - Lecavo

Avatar do Utilizador
lecavo
Mensagens: 915
Registado: 29 set 2006, 21:41
Força ou serviço: Polícia de Segurança Pública
Localização: (originário de Verurium) - Alavarium

Re: HUMOR

Mensagempor lecavo » 17 ago 2007, 18:21

Viva!

De pai para filho

Joãozinho vai pescar com o pai.
- Pai, como é que os peixes respiram debaixo d'água?
- Não sei, meu filho!
Pouco depois:
- Pai, porque é que os barcos não se afundam?
- Não sei, meu filho!
Pouco depois:
- Pai, porque é que o céu é azul?
- Isso eu também não sei, meu filho.
- O pai não se incomoda comigo, por eu passar o tempo a fazer estas perguntas todas, não é?
- Claro que não, meu filho! Se não perguntares, nunca vais aprender nada!
«À beira de um precipício só há uma maneira de andar para a frente: é dar um passo atrás.»
M. de Montaigne

-- Um abraço - Lecavo

Avatar do Utilizador
lecavo
Mensagens: 915
Registado: 29 set 2006, 21:41
Força ou serviço: Polícia de Segurança Pública
Localização: (originário de Verurium) - Alavarium

Re: HUMOR

Mensagempor lecavo » 18 ago 2007, 16:52

Viva!

O marido e mulher estavam a "encharcar a vela", dividindo uma garrafa de um bom vinho, quando ele disse:

- Querida, aposto que não és capaz de dizer algo que me deixe alegre e triste ao mesmo tempo.

A mulher disse imediatamente:
- O teu pénis é o maior de toda a vizinhança!!
«À beira de um precipício só há uma maneira de andar para a frente: é dar um passo atrás.»
M. de Montaigne

-- Um abraço - Lecavo

Avatar do Utilizador
MASIII
Mensagens: 255
Registado: 27 ago 2006, 22:51
Força ou serviço: Polícia de Segurança Pública
Data de alistamento: 09-Agosto-1978
Localização: Tomar

Re: HUMOR

Mensagempor MASIII » 21 ago 2007, 20:49

UMA CONDUTORA FELIZ!

Diário de uma mulher que acabou de tirar a Carta de Condução:
5 de Janeiro
Passei no exame de condução! Posso agora conduzir o meu próprio automóvel, sem ter de ouvir as recomendações dos instrutores, sempre a dizerem-me "Por aí é sentido proibido!", "Vamos em contra-mão!", "Olha a velhinha! Trava! Trava!", e outras coisas do género.
Nem sei como aguentei estes últimos dois anos e meio...
8 de Janeiro
A Escola de Condução fez-me uma festa de despedida. Os instrutores nem sequer deram aulas! Um deles disse que ia à missa, julgo que vi outro com lágrimas nos olhos e todos disseram que iam embebedar-se para comemorar. Achei simpática a despedida, mas penso que a minha carta não merecia tal exagero.
12 de Janeiro
Comprei carro, infelizmente tive que deixar o carro no concessionário, para substituir o pára-choques traseiro. Pois, quando tentei sair meti
marcha-atrás em vez de primeira. Deve ser falta de prática. Há uma semana que não conduzo!
14 de Janeiro
Já tenho o carro. Fiquei tão feliz ao sair do "Stand" que resolvi dar um
passeio. Parece que muitos outros tiveram a mesma ideia, pois fui seguida por inúmeros automóveis, todos a buzinar como num casamento. Para não parecer antipática, entrei na brincadeira e reduzi a velocidade de 10 para 5 à hora. Os outros gostaram buzinando ainda mais.
22 de Janeiro
Os meus vizinhos são impecáveis. Colocaram posters avisando em grandes letras "ATENÇÃO ÀS MANOBRAS!", marcaram com tinta branca um lugar bem espaçoso para eu estacionar e proibiram os filhos de sair à rua enquanto durassem as manobras. Penso que é tudo para não me perturbarem. Ainda há boa gente neste mundo...
31 de Janeiro
Os outros automobilistas estão sempre a buzinar e a acenar-me. Acho isso simpático, embora um pouco perigoso. É que um deles apontou para o céu com o dedo espetado... quando procurei ver o que me apontava, quase bati. Valeu que eu ia à minha velocidade cruzeiro de 10 à hora!
10 de Fevereiro
Os outros automobilistas têm hábitos estranhos... para além de acenarem muito, estão sempre a gritar. Não os ouço, por ter os vidros fechados, mas julgo que me querem dar informações. Digo isto porque julgo ter percebido um a dizer "Vai para casa!". A ser verdade, é espantoso! Não sei como ele adivinhou para onde eu ia.De qualquer modo, quando eu descobrir onde fica o botão de abrir os vidros vou tirar muitas dúvidas.
19 de Fevereiro
A cidade é muito mal iluminada! Fiz hoje a minha primeira condução nocturna e tive de andar sempre com os máximos, para ver convenientemente. Todos os automobilistas com quem me cruzei pareciam concordar comigo, pois também ligaram os máximos e alguns chegaram mesmo a acender outros faróis que tinham.Só não percebi a razão das buzinadelas. Talvez para espantar algum cão ou gato... sei lá!
26 de Fevereiro
Hoje tive um acidente! Entrei numa rotunda, e como havia muitos automóveis (Não quero exagerar... mas deviam ser, no mínimo, uns quatro.), não consegui sair. Fui dando voltas bem juntinho ao centro, à espera de uma oportunidade para sair, de tal forma que acabei por ficar tonta e fui chocar com o monumento ao centro da rotunda.
Acho que deviam limitar a circulação nas rotundas a um carro de cada vez.
3 de Março
Estou em maré de azar! Fui buscar o carro à oficina e, logo à saída,
troquei os pés, acelerando a fundo em vez de travar. Abalroei um carro que ia a passar, amassando-lhe todo o lado direito.O condutor era, por coincidência, o engenheiro que me fez o exame de condução. Um bom homem, sem dúvida. Insisti em dizer-lhe que a culpa era minha, mas ele, educadamente, não parava de repetir:
"Que Deus me perdoe!Que Deus me perdoe!".
Não chores pelas pessoas que partiram da tua vida, sorri por elas terem existido!




Voltar para “FÓRUM 11 - GENÉRICO E UNIVERSAL”

Quem está ligado:

Utilizadores neste fórum: CommonCrawl e 0 visitante