Anjos e Demónios

arnaldo anastácio_

Anjos e Demónios

Mensagempor arnaldo anastácio_ » 09 ago 2007, 22:51

A escultura, como qualquer pessoa que a tivesse visto poderia testemunhar, era tudo menos científica — pornográfica, talvez, mas científica com certeza que não. Um crítico inglês condenara certa vez O Êxtase de Santa Teresa como sendo «o ornamento mais inadequado para ser colocado numa igreja cristã». E Langdon compreendia a controvérsia. Ainda que brilhantemente executada, a estátua mostrava Santa Teresa deitada de costas, no meio de um daqueles orgasmos únicos na vida. Nada do género Vaticano.

Procurou apressadamente no livro a descrição da obra. Quando viu o esboço, sentiu um súbito e inesperado assomo de esperança. No esboço, Santa Teresa parecia sem dúvida estar a divertir-se imenso, mas havia na composição uma outra figura cuja presença Langdon tinha esquecido.

Um anjo.

A sórdida lenda voltou-lhe repentinamente à memória...

Santa Teresa era uma monja tornada santa depois de ter afirmado que um anjo a visitara durante o seu sono. Mais tarde, os críticos decidiram que o encontro fora provavelmente mais sexual do que espiritual. Rabiscado no fundo da página, Langdon encontrou um excerto conhecido. As palavras da própria Santa Teresa eram bastante explícitas:

... a sua grande lança dourada... cheia de fogo... mergulhou em mim várias vezes... penetrou-me até às entranhas... uma doçura tão extrema que não era possível desejar que acabasse.

Langdon sorriu. Se isto não é uma metáfora para sexo do melhor, não sei o que será.

Anjos e Demónios, Dan Brown


Boa leitura.

Arnaldo Anastácio

Voltar para “Literatura”

Quem está ligado:

Utilizadores neste fórum: CommonCrawl e 0 visitante