Encandescente

Avatar do Utilizador
matahary
Mensagens: 2623
Registado: 13 fev 2004, 13:20
Localização: Além do Tejo

Encandescente

Mensagempor matahary » 05 set 2007, 01:02

Nunca sou tão livre como quando escrevo
Quando pego nas palavras nascem-me asas
Crescem-me garras
E caminho em liberdade
Sem limites para os passos
Sem rumo nem direcção
E não há obstáculos, barreiras
Se não há caminhos não há fronteiras
Que me travem, que me barrem
Porque a palavra é minha quando escrevo.
Se a quero terna, sou amante
Se a quero arma, sou guerreira
Faço amor ou revolução.
Nunca sou tão livre como quando escrevo
Como quando abro as asas
Como quando cravo as garras.


§-§-§-§-§-§-§-§-§-§-§-§-§-§-§-§-§-§-§-§-§-§-§-§-§-§-§-§


Prometo ser desobediente
E contestar todas as regras
Que não entenda, que não apreenda
Que não me expliquem
E que interfiram com a minha liberdade.
Prometo ser inconformada
Se ser conforme fôr assumir formas
Que não a minha
E conformada fôr aceitar
A imposição e aborrecimento duma rotina.
Prometo ser mal-educada
E mandar à merda quem me disser:
Sê conformada, tem paciência
A vida é isto, a vida é assim.
Prometo ser inconveniente
Se a conveniência não me servir
E conveniência for conivência
Aceitação, anulação e conformismo.
Ninguém nasce de trela e mordaça
Portanto, eu
Prometo ser eu!
Desobediente, inconveniente
Inconformada, mal-educada
E mandar à merda vida e regras
Quando e se me apetecer.


§-§-§-§-§-§-§-§-§-§-§-§-§-§-§-§-§-§-§-§-§-§-§-§-§-§-§-§


Gosto da escrita,
Libertária
Libertina,
Que não se vende,
Mas se dá em cada esquina,
Palavra livre
Que se recusa a ceder.
Gosto da escrita,
Desregrada
Dissoluta,
Filha da mãe
Filha da puta,
Liberdade absoluta,
Com asas em vez de pés.
Gosto da escrita,
Que não julga
Não ajuíza,
Não condena
Nem valoriza,
Que não se enjeita,
E é aquilo que é.
Gosto da escrita,
Que afronta
Que provoca,
Que confronta
E parte para a luta,
O verbo ágil,
O verso pancada,
Com tomates e coragem,
Que poeta é poeta
Seja homem ou mulher.


Mais aqui.
"Satisfaça-se com o que lhe agrada, e deixe os outros falarem de si como lhes agrada." - Pitágoras

Uma por dia, tira a azia.

Matisyahu - One Day ^.^ Aurea - Busy for Me

Voltar para “Literatura”

Quem está ligado:

Utilizadores neste fórum: CommonCrawl e 0 visitante