PROGRESSO

Avatar do Utilizador
Pedro Bala
Mensagens: 1273
Registado: 13 jan 2006, 22:51
Força ou serviço: Polícia de Segurança Pública
Categoria: Agente
Localização: Algures, por aí...

PROGRESSO

Mensagempor Pedro Bala » 28 fev 2008, 14:10

PROGRESSO
Eu queria poder afagar uma fera terrível
Eu queria poder transformar tanta coisa impossível
Eu queria dizer tanta coisa
Que pudesse fazer eu ficar bem comigo
Eu queria poder abraçar meu maior inimigo
Eu queria não ver tantas nuvens escuras nos ares
Navegar sem achar tantas manchas de óleo nos mares
E as baleias desaparecendo
Por falta de escrúpulos comercias
Eu queria ser civilizado como os animais

Eu queria ser civilizado como os animais

Eu queria não ver todo o verde da terra morrendo
E das águas dos rios os peixes desaparecendo
Eu queria gritar que esse tal de ouro negro
Não passa de um negro veneno
E sabemos que por tudo isso vivemos bem menos

Eu não posso aceitar certas coisas que eu não entendo
O comércio das armas de guerra da morte vivendo
Eu queria falar de alegria
Ao invés de tristeza mas não sou capaz
Eu queria ser civilizado como os animais
Eu queria ser civilizado como os animais
Eu queria ser civilizado como os animais

Não sou contra o progresso
Mas apelo pro bom senso
Um erro não conserta o outro
Isso é o que eu penso

Eu não sou contra o progresso
Mas apelo pro bom senso
Um erro não conserta o outro
Isso é o que eu penso

Roberto Carlos/Erasmo Carlos
http://br.youtube.com/watch?v=Vxx89Q73Gxo
Deus te dê o dobro daquilo que me desejas.

Avatar do Utilizador
masahemba
Mensagens: 243
Registado: 07 jan 2008, 15:17
Força ou serviço: Polícia de Segurança Pública
Categoria: Agente

Re: PROGRESSO

Mensagempor masahemba » 28 fev 2008, 19:21

O progresso? Que progresso? O tecnológico? O cientifico?

Será impressão minha ou o homem, conforme vai progredindo na sua tecnologia e ciência, regride na sua moral?

Poderá ser que o desenvolvimento da tecnologia, em todas as suas variantes, cria o fascínio pela posse de coisas, sendo que essa possibilidade é direccionada para os mais poderosos, os que têm muito poder de compra, criando uma atmosfera de egocentrismo e egoísmo, onde os detentores do dinheiro manipulam a seu belo prazer, e desfrutam do esforço dos que, sem poder de compra, e vá-se lá saber porquê, já que o dinheiro é uma invenção do homem e para o homem, vivem miseravelmente na sombra, espezinhados, lançados para a valeta de uma vida sem gosto nem interesse? Terão todos acesso ao dito progresso?

E o desenvolvimento da ciência, que nos leva desde o conhecimento dos astros, passando pelo contacto com as profundezas do oceano, até ao lugar mais recôndito do nosso corpo, entrando nós no âmbito da medicina, que avança e nos torna cada vez mais resistentes ao passar dos anos, trabalhando em prol da saúde humana, teremos todos acesso a esse desenvolvimento? ou a própria medicina, é mais eficaz para uns do que para outros? Estarão os médicos abertos a exercer a sua vital função, que é a de salvar vidas? Teremos todos nós, perante a medicina, as mesmas hipóteses de cura, ou essas hipóteses a medicina oferece mediante a capacidade económica de cada um? Para muitos, mas muitos mesmo, a medicina evoluiu para quê?
Não podemos falar em progresso, dando-lhe um sentido lato, globalizante, porque não é verdade. Enquanto o homem não conseguir achar no progresso da ciência e da tecnologia, o progresso do ser humano, quando nos referirmos ao progresso teremos de dizer o progresso tecnológico, que é verdaeiro, o progresso científico, que é verdadeiro. E só. Porque de progresso moral, o homem não o consegue encontrar. E não é a igreja que lho vai dar.
Há quem fale no preço do progresso. O preço do progresso é o esvaziamento de carácter da humanidade. Briosas saudações. Masahemba

Avatar do Utilizador
Pedro Bala
Mensagens: 1273
Registado: 13 jan 2006, 22:51
Força ou serviço: Polícia de Segurança Pública
Categoria: Agente
Localização: Algures, por aí...

Re: PROGRESSO

Mensagempor Pedro Bala » 28 fev 2008, 20:17

Eu queria ser civilizado como os animais :(
Deus te dê o dobro daquilo que me desejas.

Avatar do Utilizador
tiririca
Mensagens: 1396
Registado: 16 nov 2007, 11:59
Força ou serviço: Polícia de Segurança Pública

Re: PROGRESSO

Mensagempor tiririca » 28 fev 2008, 22:52

Masahemba Escreveu:O preço do progresso é o esvaziamento de carácter da humanidade. Briosas saudações. Masahemba


O que é isso? Sim, o que é o carácter!? Não falo no carácter individual... esse é ainda mais subjectivo, basta que observes a pessoa pelo lado da amizade ou do ressentimento. É a mesma pessoa, mas o seu carácter é visto e sentido de forma distinta. Rapidamente passas de bestial a besta...

Por que falas em esvaziamento do carácter da humanidade!? A humanidade sempre se comportou da mesma forma. Só mudaram os métodos (ou talvez as armas), mas o comportamento foi sempre o mesmo. O mais forte comportou-se sempre como predador e o mais fraco "comportou-se" sempre como a presa. Observa o surgimento e queda dos sucessivos impérios... nada mudou, sempre assim foi, desde a mais pequena tribo da Papua Nova Guiné, Amazonas ou em África, às grandes "civilizações" europeias, americanas ou asiáticas. O comportamento foi sempre o mesmo - Predador / presa, em que o mais forte predava o mais fraco.
O pessimista queixa-se do vento, o optimista espera que ele mude e o realista ajusta as velas.
(Willian George Ward)

Avatar do Utilizador
masahemba
Mensagens: 243
Registado: 07 jan 2008, 15:17
Força ou serviço: Polícia de Segurança Pública
Categoria: Agente

Re: PROGRESSO

Mensagempor masahemba » 29 fev 2008, 15:22

quando falo do carácter da humanidade, refiro-me ao carácter da humanidade que me tem estado próxima, a que me envolve. E essa não hoje igual à de ontem. Os valores deixaram de existir. Apenas interessa o valor do dinheiro. O valor do homem enquanto homem, não tem valor algum. Mas há uns anos atrás o meu vizinho preocupava-se comigo, eu sabia como se chamava o meu carteiro, existia um sentimento de inter-ajuda. O nosso padeiro deixava-nos o pão na porta. A vida corria calma, as mulheres respeitavam a sua feminilidade, os homens orgulhavam-se da sua masculinidade. Não existia a violência no olhar das pessoas, nem elas eram tão egoístas. Não tinhamos computadores, navegar só mesmo pelo oceano. O mundo estava mais distante, mas tinhamos mais carácter no sentido em que conheciamos melhor o sentido da nossa vida. Hoje, o sentido da vida é sexo e consumo. É este o carácter humano actual. B riosas saudações. Masahemba


Voltar para “Literatura”

Quem está ligado:

Utilizadores neste fórum: CommonCrawl e 0 visitante